A História do Kitesurf

A História do Kitesurf  

kite-surfing-1620343_1280
a história do kitesurf

A história do kitesurf mostra que é um dos esportes que mais cresceu nos últimos anos, ele atrai pessoas de todos os lugares do mundo por possibilitar altas velocidades com pouco vento e ainda garantir manobras com ou sem ondas. Mas você sabe como ele surgiu?

Onde nasceu o Kitesurf ?

Sabemos que nada surge por acaso e com o kitesurf não foi diferente! Buscamos um pouco sobre a história do esporte e pode-se perceber que a estrutura parecida com a pipa, já foi usada por anos como instrumento de tração a carroças, barcos de transporte, esquis, entre outros equipamentos até então ser usado como parte de um esporte.

Entre 1970 e 1980, surgiram algumas tentativas que mais se aproximaram do kite atual. Entre elas, a do americano Cory Roeseler, que apareceu com o “kiteski”, uma estrutura rígida feita de fibra de carbono que puxava a pessoa sobre esquis na água. Uma outra seria de Andréas Kuhn, suíço, que utilizou um parapente de 25 m² para impulsioná-lo sobre uma prancha. Ambas tentativas tiveram sucesso nas manobras, porém tinham um problema em comum: depois que o aparelho (kite) caia na água, não era possível reergue-lo tão facilmente, o que interrompia o percurso.

Foi então que os irmãos franceses Legaignoux, em 1985, fizeram história no kitesurf! Eles criaram uma estrutura inflável que facilitava o kite a ser reerguido da água. O sucesso no esporte veio 10 anos depois quando os praticantes de windsurf perceberam que o kite atingia mais velocidade até mesmo com pouco vento. Os produtores dos equipamentos do Wind então toparam produzir também os kites. A partir daí os atletas começaram a organizar competições, e a Ilha de Maui, no Havaí, foi cenário para o início desse novo esporte. Foi em 1998  que rolou o I Campeonato Mundial.

Vídeo a seguir tem partes do documentário de como surgiu o kitesurf:

https://www.youtube.com/watch?v=MLKMSJTtypU&t=138s

A história do Kitesurf no Brasil

O kitesurf chegou oficialmente no Brasil em 2000, quando realizaram o primeiro Circuito Mundial, que teve uma etapa na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Mas vale ressaltar que, anos atrás, nas primeiras competições de kite em Maui, o brasileiro Mauricio Abreu se destacou em boa colocação com a estrutura de kite inflável.

Em 2001 foi criada a Associação Brasileira de Kitesurf (ABK), mesmo ano que a International Kiteboarding também foi criada. A ABK controla o esporte no Brasil e está ligada à Confederação Brasileira de Vela e Motor, o que potencializou o esporte no território nacional.

Além de Maurício Abreu, outro brasileiro que se destacou logo no início foi Marcelo Cunha, que ganhou o Campeonato Brasileiro em 2001 e venceu por mais 2 anos consecutivos campeonatos nacionais, além de ter representado o Brasil em campeonatos Mundiais durante alguns anos e ficado em boas colocações.

No cenário atual temos grandes nomes que se destacam entre os atletas brasileiros. É o caso de Carlos Mário “bebê”, 18 anos, campeão mundial e atual campeão brasileiro; Bruna Kajiya, 26 anos, campeão mundial e 5 vezes campeã brasileira; Dioneia Vieira, 25 anos e tricampeã brasileira; Alex Neto “Netinho”, 23 anos e campeão brasileiro.

Podemos dizer também que o litoral cearense é o point do esporte aqui no Brasil. Com boas ondas e ventos constantes na maior parte do ano, a região atrai muitos velejadores, tanto nacionais quanto estrangeiros. Na lista das praias mais conhecidas estão: Cumbuco ♥,  Preá, Jericoacoara, Taíba, Canoa Quebrada e Flecheiras. No restante do Brasil também é possível curtir o esporte, como exemplo: Macapá-PI, Araruama-RJ, Praia de Ibiraquera-SC, Ilha Bela-SP, Osório-RS, entre outros.

Destaques do Kitesurf no mundo

 

Ainda em Mauí, um dos primeiros divulgadores e incentivadores do kitesurf foi Robby Naish, windsurfista. Ganhou em primeiro lugar no I Campeonato Mundial e curtiu tanto o kite que hoje ele os fabrica.

Entre os nomes que mais se destacam na atualidade estão: Gisela Pulido, Aaron Hadlow, Susi Mai, Liam Whaley.

Para além das praias do litoral brasileiro, os lugares mais cobiçados no mundo para praticar o esporte são: Tarifa-Espanha, Melbourne-Austrália, Mauí-Havaí, Cabo Verde-África do Sul, La Ventana-EUA, Aruba-Caribe, entre outros.

Kitesurf em Cumbuco – Ceará

a história do kitesurfKitesurf em Cumbuco – Ceará. Lagoa da Tabuba

Cumbuco respira kitesurf! A vila dos pescadores, onde fica concentrado todo o comércio de Cumbuco, tem tudo o que você precisa para o esporte – de escolas até lojas com equipamentos. Sem contar que a vila é muito movimentada a noite o que resume ótimos dias de kite e boas noite de festa!

Além da praia, Cumbuco conta com ótimas lagoas flats (lisas) que atraem muitos turistas para a prática do esporte no local, sendo a lagoa do Cauípe e Lagoa do Tabuba as mais conhecidas.

A vila atrai eventos relacionados ao kitesurf, tanto nacionais quanto internacionais. Neste ano, por exemplo, rolou o Campeonato Juvenil de Kite.

Se você ficou curioso(a) e quer aprender esse esporte tão fascinante, temos ótimas ofertas de hospedagem + Kite. E para quem já manja do esporte, mas não conhece o Maa Hostel, fica aqui o convite!

 

Pacotes de Kitesurf em Cumbuco 

Venha aproveitar Cumbuco no Maa Hostel! Oferecemos estadia próxima da praia, café da manhã incluso e um ambiente muito agradável. Queremos que você se sinta em casa!

Confira aqui nossos pacotes com estadia + aulas de Kite !

 

 

 

About the author: Erika

Leave a Reply

Your email address will not be published.Email address is required.